Busca

Aprendendo com a Oração do Pai Nosso – Parte 2

Parte II: A Oração

Vocês orem assim: ‘Pai nosso, que estás nos céus! Santificado seja o teu nome. Venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu. Dá-nos hoje o nosso pão de cada dia. Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores. E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal, porque teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém’ (Mateus 6:9-13).

Depois de orientar aos seus ouvintes sobre a forma devocional da oração, Jesus, ensina a “A Oração do Senhor” também conhecida como, “Oração do Pai Nosso”.

O Catecismo Maior de Westminster nos traz perguntas e respostas que deixa claro os motivos reais do ensino desta oração, vejamos:

Catecismo Maior de Westminster, perguntas 187 a 196. ¹

Continuar lendo “Aprendendo com a Oração do Pai Nosso – Parte 2”

Anúncios

Os Cinco Pontos do Arminianismo e Calvinismo

Continuar lendo “Os Cinco Pontos do Arminianismo e Calvinismo”

Aprendendo com a Oração do Pai Nosso – Parte 1

Parte I: Orientações

Vocês orem assim: ‘Pai nosso, que estás nos céus! Santificado seja o teu nome. Venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu. Dá-nos hoje o nosso pão de cada dia. Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores. E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal, porque teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém’ (Mateus 6:9-13).

Há alguns dias, no meu serviço, um amigo escutava um áudio de um pastor orando, e neste áudio ele narrava à oração ensinada por Jesus, a saber, a oração do Pai Nosso.

No momento que pronunciava aquelas palavras, eu me despertava para outra forma de ver esta oração; a cada versículo nascia um novo sentimento, que me fazia conscientizar o motivo pelo qual Jesus nos ensinou tais palavras.

Continuar lendo “Aprendendo com a Oração do Pai Nosso – Parte 1”

Sete Passos Essenciais para o Cristão

Continuar lendo “Sete Passos Essenciais para o Cristão”

A Bíblia Sagrada

A Verdade sobre o “Tudo Posso”

Filipenses 4.13

(Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece)

Muitos pastores e pregadores fazem uma interpretação equivocada quanto a este texto, tentando, de forma incorreta, nos mostrar que podemos tudo em Cristo, retirando do contexto este versículo. Fazendo isso de maneira egocêntrica, antropocêntrica e materialista, principalmente aqueles que pregam e fazem uso da teologia da prosperidade e da confissão positiva, num sincretismo religioso absurdo. Continuar lendo “A Verdade sobre o “Tudo Posso””

A Graça de um Pai Amoroso

Lucas 15. 24

“Porque este meu filho estava morto, e reviveu, tinha-se perdido, e foi achado. E começaram a alegrar-se”.

Essa parábola foi escrita em um contexto em que os pecadores e os publicanos se aproximavam de Cristo para ouvi-lo. Em contrapartida, os fariseus e os escribas O questionavam, dizendo como Jesus poderia recebê-los e comer com tais pessoas.

Cristo os propôs algumas parábolas: a ovelha perdida, a dracma perdida e a parábola do filho pródigo, as quais serão abordadas neste artigo. Continuar lendo “A Graça de um Pai Amoroso”

Post Destacado

O Destino efêmero da Criatura

Deus das virtudes, volta-nos para ti, mostra-nos a tua face e seremos salvos.

Para qualquer parte que se volte a alma humana, se não se fixa em ti, se agarra à dor, ainda que se detenha nas belezas que estão fora de ti e fora de si mesma. Estas nada teriam de belo, se não proviessem de ti. Nascem e morre: nascendo, começam a existir e a crescer para chegar à maturidade; porém, uma vez maduras, decaem e morrem. Continuar lendo “O Destino efêmero da Criatura”

Se deleitando no vale da humilhação!

“As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço, e elas me seguem.” João 10:27

Que doce música existe para nós no nome que é dado a nosso Senhor Jesus Cristo: “O bom pastor”! Ele não só descreve o cargo que ocupa, mas estabelece a simpatia que sente, ele mostra a aptidão e a responsabilidade que ele carrega para promover o nosso bem-estar. Continuar lendo “Se deleitando no vale da humilhação!”

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑